CONSTRUIR COM MADEIRA - PORQUE EU GOSTO !

Não utilizo a madeira, em algumas construções que tive e tenho a possibilidade e o privilégio de realizar, por razões de tradição.

É porque gosto! gosto do cheiro; do toque; das cores naturais; da textura; dos veios; dos nós; do pinázio e da couçoeira; do pilar e da viga, da cavilha e da respiga; do formão e da bitola ... e gosto ... de carpinteiros.

Gosto do trabalho deles, do rigor necessário; do pensar antes de cortar; do cortar a pensar, pois não pode emendar; do amaciar da madeira; do ...
 

Lousas, Xistos e Ardósias. Construir com elas

A ardósia como produto natural, tem vindo a ser utilizada na construção vernacular de modo diversificado, aproveitando as suas características de fácil extracção, manuseamento, transformação e sobretudo de impermeabilização.

Sendo um rocha metamórfica de grão fino e estrutura laminar, composta por sílicas, micas e clorites a sua total impermeabilização torna-a num material extraordinariamente resistente às alterações atmosféricas e sobretudo aos fenómenos de fractura ou rotura por ...
 

Um Edifício na Cidade

A Cidade

As transformações dos centros das nossas cidades são consequência da evolução da nossa sociedade e dos factores que a definem, que a dinamizam.

Aveiro tem sofrido uma transformação na sequência da sua necessária evolução e adaptação às exigências de actualização, de acompanhamento da sua população e das diferentes vivências que esta obriga.

A transformação que hoje se vê e se sente é semelhante à efectuada aquando da abertura da Avenida Dr. Lourenço Peixinho, onde a ...
 

TODAS AS CONSTRUÇÕES SÃO MISTAS, UMAS MAIS QUE OUTRAS.

Ao projectar um edifício, não importa qual seja o programa, de imediato a dúvida de como o construir se me levanta. É necessário atender à vontade do projecto, que aos poucos ganha independência e até alguma irreverência, ao programa, ao cliente e tentar adivinhar quem será o construtor.

Construir uma casa utilizando técnicas de construção mistas não é mais fácil do que construir uma unidade fabril.
O pavilhão, sendo um objecto directamente ligado ao fabrico, quase sempre, de peças ou ...
 

TODOS OS MATERIAIS SÃO IGUAIS …

... mas há materiais mais iguais que outros …


no acto de projectar são necessárias decisões, muitas e variadas decisões. Decisão de fazer o trabalho, decisão de não fazer o trabalho (decisão quase sempre difícil mas algumas vezes necessária, forçadamente necessária), decisão de como abordar a tarefa.
Há decisões que estão lá, já nascem como o projecto ou estão connosco, por variadíssimas razões; por gosto, por vontade, por vaidade ou simplesmente por o não sabermos.
Cada decisão ...